*

Minha vida,
meus sentimentos,
minha estética,
todas as vibrações
de minha sensibilidade de mulher,
têm, aqui, suas raízes.

Cora Coralina

(Yohana Sanfer)

"Não sei se viro menina, se viro mulher, se viro todas. Se viro santa, se viro doida. Quem sabe viro onça. Viro a mesa, viro o jogo, viro a página. Quem sabe levo a vida do avesso?! Quem sabe eu viro eu mesma. Mas pode ficar tranquilo. Eu me viro."


Participe da enquete a seguir!


Você acredita que os sonhos trazem mensagens para nossas vidas?
Sim, sempre dão certo com minha realidade.
Não, isso é uma bobagem!
As vezes tem alguma coisa a ver mesmo.
Não é apenas coincidência!
Sim, olho o significado de todos!



segunda-feira, 28 de março de 2011

Você me lê.




Já cantei, ainda canto, mas não canto o mesmo canto. O meu canto se perdeu, ficou em algum canto pela vida. Já sonhei, sonho ainda sonharei mais na vida, sonhadora sou, mas queria acordar do sonho. Já vivi, já morri, ressuscitei de uma morte que não era minha, por isso certamente estou aqui, se assim não fosse estaria lá. La naquele lugar onde ninguém sabe onde fica, pois ninguém voltou pra contar onde é, como é, se é bom ou ruim, mas que um dia todos vão pra lá, isso não me causa medo, só não quero que chegue perto de mim.
Por pior que esteja, sei onde estou, como estou e isto eu tenho certeza. Mas não tenho certeza de muitas coisas, mas talvez seja melhor nem ter mesmo, já que a dúvida nos faz pensar, pesquisar e buscar.
Busco muitas coisas, nem sempre as encontro, sou doida de pedra, se fosse de areia já teria me desmontado. Não tenho vergonha de declarar o que sou, estou aqui pra isso, e se você está lendo até agora, com certeza tem um pouco de doido em você, me desculpe, mas eu tinha que falar, pois nós os malucos falamos o que queremos, mas também ouvimos o que não precisamos ação que gera reação. Sou eu quem disse isso? Não, com certeza não, e você sabe disso. Você me lê e eu to te lendo!!!
Postar um comentário