segunda-feira, 18 de maio de 2015

Refazendo


A vida....  A vida nos reserva tantas coisas, o que era, não é, pois deixara de ser ou  porque nunca foi, o que não era acaba sendo, o que seria o fim, vira o começo, e o começo já está tão avançado que nem parece que acabara de começar. Estava com medo de tantas coisas, decepcionada com pessoas, descrente de sonhos e projetos inacabados, então comecei a acreditar que sou mesmo de fato uma águia, no momento em que eu pensava encontrar o pico mais alto usando minhas ultimas forças voar até lá para morrer separadamente e com dignidade de ave majestosa que sou, me surpreendo com uma caverna no caminho, bem no alto da montanha, então resolvi parar e descansar, pouco tempo  dentro desse lugar escuro, só eu e o Criador, pensando bem melhor que antes sem influências de problemas e com a mente já mais leve, mudei meus planos, resolvi não subir mais e sim ficar ali me renovar, arrancar de mim o peso que me impedia de fazer mais e melhor, abrir os olhos e olhar dentro do meu coração, deixar crescer novas garras e buscar minha alto estima e ir de encontro aos meus sonhos, objetivos e começar tudo de novo,  não para tentar, mas dessa vez para vencer.
Foi de volta a vida real que percebi que as surpresas da vida que mudaram meus planos passados, planos que nem sei se fiz, na verdade era Deus trabalhando e me guardando de sofrimentos maiores que os que passei com tantas derrotas e decepções.
Pois o que era, não é e nunca foi, só eu que quis que fosse. 
O que não era, eu só não percebia, mas estava lá e ao abrir os olhos, passou a existir. 
O que seria o fim não tinha como acabar, pois nem começou a ser, a não ser em minha mente desesperada, ansiosa e confusa. 
Acalmando minha alma, no aconchego de minha tranquilidade, chega devagar um sentimento precioso, manso, prazeroso,  encantador  e verdadeiro que desperta algo que não me lembrava mais que existia, mas que ao sentir me recordo e me alegro, sentimento que só pode ser notado com o coração livre de toda e qualquer influência de sofrimentos anteriores.
Hoje não só sinto que um ser me observa e que espera alguma reação minha, como tenho certeza que observa e esta dentro de mim. 
Não para dar cabo à minha vida, mas para dar sentido à ela.

Postar um comentário